domingo, setembro 18, 2011

O que eu gosto mais no amor



“Porque o que eu gosto mais no amor não é o facto dele existir momentaneamente, de nos encher os dias de cor e as noites de prazer, de nos fazer andar um palmo acima do chão e uma mão-travessa perto do céu. Esse amor primitivo, fácil, impetuoso, instintivo e rápido é privilégio de todos. Mas o amor profundo, dedicado, silencioso, incondicional, gratuito, dador e por tudo isso esquecido dentro da sua própria grandeza, esse, é só para quem pode.

Por isso o que eu mais gosto no amor é que além de caber tudo lá dentro é que este amor, o verdadeiro, nunca mais acaba. Pode cansar-se, entristecer-se, ir-se um bocadinho abaixo, mas nunca morre. Pode até adoecer, mas o mal nunca é mortal, e quando recupera, é o primeiro a esquecer a dor, o sofrimento, as tristezas.”



Margarida R. Pinto - alquimia do amor in: as crónicas de Margarida

Peço desculpa pela minha ausência, os três posts realizados durante a semana estavam agendados. A falta de tempo tem sido cada vez maior. As aulas, o trabalho que tenho dedicado diariamente à Oriflame, as reuniões e, etc. Sempre que eu poder, passo por aqui e também pelos vossos blogues. Já agora, passem lá pelo meu blog Oriflame, que aos poucos tem crescido http://oriflamemania-daniela.blogspot.com

4 comentários:

  1. Fiquei feliz ver o meu blog aqui <3

    és doce

    ResponderEliminar
  2. bonita citação!!!tiveste bom gosto! =)

    ResponderEliminar
  3. Lindo post. :)
    Somos duas com falta de tempo. E ainda agora as minhas aulas recomeçaram... este ano vai ser a loucura!

    ResponderEliminar

Seguidores

Subscreve-me por mail