sexta-feira, janeiro 13, 2012

Às vezes acho que Deus dá as nozes a quem não tem dentes !


Fico mesmo estupefacta com certas coisas. Neste post vou fazer uma coisa que não gosto, mas é um desabafo. A filha mais nova da minha vizinha, a A. vive com o namorado à alguns anos. O namorado queria imenso ter um filho mas ela não, preferia adoptar porque tem medo das dores de parto e etc.

Em Dezembro do ano passado engravidou. Tinha ausência da menstruação, a barriga crescia mas ela achava normal e não ia ao médico. Até que na Páscoa, a mãe dela, ou seja, a minha vizinha achou que seria barriga de grávida e lá obrigou a filha a irem ao médico, porque ela dizia que não era, era prisão de ventre.

Foram ao médico e ela estava grávida de quase seis meses, deu logo para saber que era uma menina. Por sorte, estava tudo bem com a memina. A partir daí foi preparar tudo para o parto. Numa das consultas a A. perguntou ao médico se não existia nenhuma injecção que a pusesse a dormir 15 dias para não sentir o parto, acham normal?

Mas a criança nasceu em Agosto e saudável. Porém a mãe não quer saber da filha. Não dá de comer porque tem medo que ela se engasgue. Não muda as fraldas nem dá banho. O namorado dorme no sofá porque ela dorme na cama com a filha para não ter que se levantar de madrugada para ir ao quarto dela.

Ou seja, de manhã às 07:45h deixa a filha com a mãe para ir trabalhar. A avó é que trata bem dela, senão nem sei o que era feito dela. A A. mora a cinco minutos de minha casa, sai do trabalho nem é capaz de passar na padaria para comprar pão. Enfia-se em casa, na internet. Não arruma, não faz o jantar nem vais buscar a filha.
O namorado que trabalha num talho, sai às 21h. Leva pão de forma do talho. Ainda vai para casa fazer o jantar, às 22:30h é que vão de carro (praticamente é só descer a rua) buscar a filha.
A miúda consoante sai da casa da avó, com aquela fralda, na manhã seguinte chega com a mesma, mas suja até ao pescoço.

Perante isto, penso em todas as mulheres que gostavam de ser mães e não conseguem. Deus dá nozes a quem não tem dentes.

3 comentários:

  1. :( Não é, de facto, uma história feliz... E penso sempre nas crianças que nem têm culpa de nada e crescem sem afecto verdadeiro de mãe (aqui parece ter o da avó)!

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente existe muitas pessoas assim :S

    ResponderEliminar
  3. à mesma coisa, mesma coisa não é, são produtos bem diferentes ;)

    ResponderEliminar

Seguidores

Subscreve-me por mail