sexta-feira, fevereiro 24, 2012

São muito dóceis


Nunca compreendi o preconceito nem o racismo, mas com ninguém, absolutamente ninguém. E desde que aqui estou, tenho convivido com 9 "crianças" com trissomia 21. E sinceramente, não compreendo como é que podem ser tão discriminada na sociedade.
Acho-as muito dóceis, compreendem quando alguém não está bem. São carinhosas, são meigas e ao mesmo tempo divertidas. Tudo o que elas precisam é de um pouco de carinho.

Ainda ontem a O. fez um desenho, toda feliz quando disse que era lindo e para agradecer, deu-me um beijinho e um abraço.
A J.C. é uma querida, sempre que me vê abraça-me e beija-me. A C. é uma chorona porque é muito emocional mas é muito engraçada e querida. A C. é um amor, linda como tudo. A V. é uma risonha, sempre na brincadeira e sempre pronta ajudar. A A.C. percebe sempre quando os outros não estão bem e é uma vaidosa. A S. é um caso mais profundo, fecha-se no mundo dela, mas é muito engraçada. O J. e o T. são mais calados mas não deixam de ser queridos.

1 comentário:

  1. Por vezes, as pessoas que têm alguma doença são as mais dóceis e carinhosas... :)

    ResponderEliminar

Seguidores

Subscreve-me por mail